segunda-feira, março 14, 2011

Regras e Exceções


Dizem que as pessoas dão valor às coisas apenas quando elas perdem. Nnnhá! Não sei se é verdade. Ou se sou absoluta exceção a regra.

Nos últimos 9 meses tenho sido paixão e compaixão por uma pessoa.

Tudo bem, eu tenho meu gênio e imagino que ele viva numa lâmpada bem espremida, porque ele tem a paciência curta. Pelo amor de Deus, todo mundo tem seus defeitos. O caso é que...

- Roubaram meu carro
- Bebe água com açúcar e descansa

- Você não me ligou 3 dias seguidos
- Ah, minha TV nova chegou e estava ajustando essas coisas de internet. Esqueci!

- Você não tem limites pra estar com sua família...
- Você nunca estará nem no patamar deles. O que tenho pra te dar é isso.

E eu?!

Eu um poço de compreensão, de perdão, de respiros fundos pro meu gênio tomar mais essa espremida. Claro. Havia lá o seu lado bom. Eu também não sou tão Amélia (ou sou? Não sei mais).

O que sei é que, pelo lado bom. Eu relevei. Cuidei. Segurei. Voltei atrás várias vezes... Mas alguém viu isso? Claro que não.

E agora, eis-me aqui.. Exceção a regra. Buscando não mudar porque o mundo merece. Encontrando qualquer coisa que preencha o vazio que parece não ter fim.

2 comentários:

Ma Albergarias disse...


è isto aí...
Nada como exorcisar fantasmas, e livrar-se deles...
Pelo menos, tentar.

Malu disse...

Menina, o que temos que saber é que ninguém muda ninguém.
Ou se aceita a pessoas como ela é ou cai fora pra não sofrer depois, porque mudanças de personalidades são impossíveis a certas alturas da vida.
Abraço

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...