sábado, agosto 29, 2009

Borbulhas de Amor!!!








Saudades de um tempo feliz , quando estava apaixonada pelo mundo e minha filha crescia, na minha barriga, de quando todas as vezes que eu olhava para ela, tão protegida, aconchegada, fruto de um lindo amor, não me continha e dançava sozinha, embalando-a, feliz da vida!!!
Até hoje quando ouço esta música, me lembro da felicidade daqueles tempos , tão doces onde bastava um olhar, um sorriso paras as estrofes desta linda musica, viverem uma vez mais!!!
Agora ela é uma moça linda e minha companheira e não pode ouvir esta música sem se emocionar( assim como More than words, que nocauteava todasas tentativas dela, em manter-se acordada!)
Pra você, minha linda filha, uma lembrança viva, da melhor época da minha vida!!!




10 comentários:

Fernanda Freitas disse...

Ah, porra, quer me fazer chorar?! Esse é o tipo de cheirinho que fica na gente... Marcado. Mesmo qdo estão grandões já. Hoje entendo mamãe.
Quanto a felicidade... Eu torço para que outras experiências, diferentes e arrebatadoras inundem ainda sua vida, porque voce merece guerreira. Bjos

danielblanco disse...

Adorei.
Desejo a vcs duas muitas felicidades.
Que mãe e filha sejam sempre companheiras e amigas.
Muitas histórias felizes virão.
Bjs.

Dani Antunes disse...

Quanto a felicidade... Eu torço para que outras experiências, diferentes e arrebatadoras inundem ainda sua vida, porque voce merece guerreira. (2)

Depois disso não preciso dizer mais nada.

Ah sim! Outra coisa! Te amo!

luluonthesky disse...

Bela homenagem. Acho q só saberei entender o amor de mãe qdo for mãe. Quem sabe algum dia, Deus me concede esse dom.
Big Beijos

infinito particular disse...

Adoro ler oq vc escreve!
Bjão

Rô Castro disse...

Oi Malber
Doces lembranças
mais toda vez que vejo uma mãe saudosa do tempo que carregava seu filho no útero.A lembrar dos tempos doces.Mas um dia eles crescem e partem p/ sua própria jornada lembro-me do poeta gilbran " vossos filhos não pertencem a vós". Definitivamente criamos os filhos p/ o mundo.
bjs

Elcio disse...

Dificill entender essa relacao espaço e tempo ... aposto q esses momentos vividos por vc parecem ter sido vividos ontem e no entanto....hj a crinça singela e desprotegida virou mulher e assim, a vida segue, num moto continuo. " roda viva, roda gigante, roda moinho, roda peao..."

É isso aí anjo.
Bjs e otimo fds.

Dani disse...

Lindo amiga
Parabéns pela sensibilidade
beijão!
Faxina

Alê Barros disse...

Ah Mana,

Que post mais lindo...nostálgico e tão cheio de sentimentos...
Adorei!
E vc continua linda como antes.
Beijos

Kátia Ruivo disse...

lindo mesmo, toca e arrepia a gente.

beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...